Xiaomi vendeu mais produtos em setembro – ARQUIVO SOCIAL
NOTÍCIAS

Xiaomi vendeu mais produtos em setembro

 

 

A Xiaomi é uma construtora chinesa que tem usufruído de bastante sucesso, disso não temos dúvidas. Esta marca faz inúmeros dispositivos e não se coíbe de lançar novos smartphones a cada par de meses mas é certo que consegue escoar todos estes produtos no seu mercado natal, a China. Agora, findo o mês de setembro, eis um novo recorde!

Até mesmo no Brasil, graças ao advento das lojas online e na diminuição dos receios associados à compra online (muito em parte devido às agressivas campanhas de marketing destas mesmas lojas), os dispositivos da Xiaomi usufruem de uma forte popularidade e a marca continua a crescer a olhos vistos.

Foi há cerca de dois anos que a Xiaomi começou a competir pé a pé com as maiores construtoras do mercado. O seu Xiaomi Mi 5 foi o seu primeiro topo de gama a conseguir igualar, em certos aspectos, algumas das marcas mais famosas a nível de popularidade e atenção mediática, algo que se traduziria num consequente forte aumento das vendas.

O facto de ser uma das maiores construtoras na China (onde atualmente domina a Huawei), permitiu-lhe focar-se ainda mais na construção de novos smartphones, agora que os seus atuais estavam a usufruir de uma forte procura tanto no mercado interno como externo.

Note-se que a Xiaomi não está presente em qualquer loja física em território nacional. Não existem pontos de venda oficiais da marca em Portugal e, no Brasil, a experiência não correu bem, tendo a marca já saído do país Verde e Amarelo. Mesmo assim, as vendas continuaram a aumentar, tal como as receitas.

Agora, findo o mês de setembro, a Xiaomi pode encher o peito e orgulhar-se de ter vendido 10 milhões de smartphones num só mês. Sim, este é o novo recorde da marca, em apenas um mês foram até mais de 10 milhões de dispositivos que sairam dos seus armazéns para todos os cantos do mundo.

Em 2015 esta fabricante vendeu um total de 70 milhões de dispositivos, uma boa cifra mas já no ano passado, 2016, vendeu 58 milhões de smartphones e registou uma acentuada quebra.

Este ano está a ser uma boa prova de fogo para a construtora chinesa e tudo aparente correr bem, mesmo com a saída de Hugo Barra, um dos rostos mais conhecidos no seio da empresa.

Agora, esta boa notícia foi anunciada pelo próprio CEO da Xiaomi, Lei Jun que se congratula de ter vendido mais de 10 milhões de smartphones durante o mês de setembro. É sem dúvida uma cifra astronómica, principalmente para uma construtora que não vende a nível mundial.

O objectivo da Xiaomi, agora que setembro chegou ao fim, será chegar ao pódio das construtoras na China. Neste momento são a Huawei, Oppo e Vivo que ocupam os lugares cimeiros e não será tarefa fácil chegar a estes números. Relembro que no ano passado a Vivo (3ª maior construtora chinesa) vendeu um total de 82 milhões de smartphones.

Neste momento a Xiaomi tem novos dispositivos no mercado como o Mi Note 3, o Mi Mix 2 e até o promissor Xiaomi Mi A1 com Android puro através do programa Android One. O futuro é sem dúvida promissor, resta saber se o mercado favorecerá os esforços desta construtora asiática.

 

DEIXE SEU COMENTÁRIO ABAIXO

COMENTÁRIO

To Top